Vida

VIDA é um show cênico que homenageia o álbum homônimo de Chico Buarque, lançado logo após a abertura política do Brasil (1980). Seu formato híbrido propõe uma nova experiência de fruição de um disco repleto de canções marcantes como Eu te Amo, Bastidores e de sua produção para teatro. O travesti Genival (Opera do Malandro), ao chegar a velhice, faz reflexão sobre os temas polêmicos de sua história como a morte, a violência contra a mulher, a sexualidade e o amor.