Osmo

Este projeto foi contemplado pela 4a Edição do Prêmio Zé Renato de Teatro para a Cidade de São Paulo

Um serial killer com pretensões literárias está mergulhado na difícil e intrincada tarefa de contar sua história, quando é interrompido pelo telefonema de uma amiga que o convida para dançar. Esse é o ponto de partida do espetáculo que teve seus primeiros acordes no projeto Contos Brasileiros, realizado pelo SESC Pompéia, em 2010, que consistia em leituras de contos de autores brasileiros para estudantes de escolas públicas de São Paulo. Estreou em março de 2014, no SESC Belenzinho dentro do projeto “E se eu ficasse Eterna?”, em homenagem aos dez anos da morte de Hilda Hilst.