Divinadança – 10 anos

O Divinadança traz nessa comemoração trechos de diversas obras que marcaram sua trajetória, mas não menos do que as que não estarão em cena. Cada uma foi importante em seu momento e foi através da colaboração e parceria com estes sensacionais coreógrafos que estamos aqui completando esta data tão especial.
O programa é dividido em duas partes – de 2008 a 2012 e de 2013 a 2017. A obra que encerra é PORTO inSEGURO, obra responsável pelo nascimento do Grupo no ano de 2007, no então, TD – Teatro de Dança.
Coreografias: Parte 1
Vídeo depoimento (ex-bailarinos)
Todas as cartas de amor são ridículas, de Milton Coatti
Dans le Noir, de James Nunes
Die Ehe, de Willy Helm
Tempo Escasso, de Gleidson Vigne
Vídeo com trechos das outras obras do repertório da cia.
(intervalo)
Coreografias: Parte 2
Predicativo do Sujeito, de Alex Soares
Por um Sorriso, de Henrique Rodovalho
Amor 77, de Jaruam Miguez
Porto InSeguro, de Andrea Pivatto