Sala Paschoal Carlos Magno

| 11 a 26 de abril

Razão Social

terças e quartas às 20h | 70 min
R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)

Madrugada do dia 31 de março para 1o de abril de 1964, o dia do golpe. Sabino (Gero Camilo), um operário, e Jucelino (Victor Mendes), um estudante, fogem da polícia no centro do Rio de Janeiro e encontram abrigo no Restaurante Zicartola. Zica (Nilcéia Vicente) e Cartola (Adolfo Moura) preparam-se para dormir. Os barulhos, sirenes, gritos e tiros que acontecem na rua, por vezes cortam o grande salão trazendo medo e tensão aos moradores do bairro e, principalmente, para os dois fugitivos.

texto e direção Gero Camilo e Victor Mendes elenco Adolfo Moura, Nilcéia Vicente, Gero Camilo e Victor Mendes músicos Everson Pessoa, Gerson da banda e Nino Miau cenotécnico José Roberto Tomasim iluminador João Blumenschein técnico de som Bruno dos Reis figurinos Gero Camilo e Victor Mendes concepção de luz João Blumenschein, Gero Camilo e Victor Mendes concepção de cenário Gero Camilo e Victor Mendes pesquisa, supervisão e execução de cenário José Roberto Tomasim execução do cenário Bruno Matias e Marcos Alves (Più Design) direção de produção Flávia Corrêa assistente de produção Ana Sardinha produção executiva Flávia Corrêa produção Cia Tertúlia de Acontecimentos foto Divulgação