Porão do Teatro

Teatro | 04 de julho a 29 de agosto de 2017*

Ponto Morto

De Helio Sussekind
Terças, quartas e quintas, às 20h | 60 min *não haverá espetáculo dias 06/07, 25/07, 26/07, 27/07, 22/08, 23/08

Ponto Morto é uma peça teatral que tenta explorar as possibilidades de um diálogo repleto de fraturas, repetições e nonsense entre um portador de síndrome do espectro autista e seu pai, ambos acima dos 40 anos. Com um texto forte e contundente, nos leva a analisar e discutir um assunto pouco explorado, cercado de medo, discriminação e exclusão social.
O tema central é a incapacidade crescente do pai em aceitar as limitações que o transtorno autista impõe ao filho.
De alguma forma, as personagens dialogam com antigas fábulas infantis, uma espécie de João e Maria às avessas onde o pai procura não deixar pista para que o filho jamais “retorne” ao ponto de partida.
As situações descritas procuram sublinhar a falta de sentido e o vazio da condição de ambos. A peça é uma tentativa de compreender e de prosseguir.
Ponto Morto é o ponto de partida de uma retomada, uma espécie de ponto de inflexão num relacionamento velho, cansado, quase uma fantasmagoria. É também o ponto final de uma busca e talvez de um reencontro ou renascimento.

Autor: Helio Sussekind. Elenco: Luciano Chirolli e Marat Descartes. Direção: Camilo Bevilacqua e Denise Weinberg. Direção de Produção e Produção executiva: Marcella Guttmann. Cenários: Chris Aizner. Figurinos: Helena Affonso. Iluminação: Wagner Pinto. Trilha Sonora: Tunica. Design Gráfico: Fernando Lucas. Fotografia: Joao Caldas. Video e Teaser: Cibelle Toledo e Jerusa Junqueira. Construção de Cenários: Ono. Zone Estudio por Fernando Brettas. Assessoria de Imprensa: Marra Comunicação por Paulo Marra. Assistente de Produção e Camareiro: Bruno Portela. Operação de Luz: Gabriel Greghi. Operação de Som: Andre Teles Alves. Coordenação Administrativa Financeira: Fixação Marketing Cultural.